segunda-feira, 30 de junho de 2014

Artistas prestigiam oficina organizada pelo MAB           

                    
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Foto: Divulgação / FCB

O Museu de Arte de Blumenau (MAB), da Fundação Cultural, dando continuidade à programação estabelecida para o 11º Salão Elke Hering - Mostra Nacional Contemporânea de Artes Visuais, promoveu nos dias 26 e 27 de junho um laboratório de escuta e escrita ministrado por Raquel Stolf. A oficina teve como proposta agenciar uma reflexão sobre articulações da palavra em proposições artísticas contemporâneas. Propôs também investigar e refletir sobre experiências  subjetivas de escuta, desenvolvendo exercícios de escrita a partir dessas experiências.
A iniciativa contou com a participação da presidente da Associação dos Artistas Plásticos de Jaraguá do Sul, Cristina Pretti, e do associado Inácio Carreira. Também estiveram na Fundação Cultural os presidentes da Associação dos Artistas Plásticos de Itajaí, Fernando Pauler, e da Associação Blumenauense de Artistas Plásticos, Rosana Dominguez, além das associadas Belíria Boni e Maria Dulcinéia Ribeiro. 
Pomerode esteve representada pela artista visual Maristela Silveira e Joinville pelo curador do 11º Salão Elke Hering, Carlos Alberto Franzoi. Também marcaram presença Marlene Silveira, uma das artistas selecionadas para esta edição do salão, e a suplente na cadeira de Artes visuais, desing e moda do Conselho Municipal de Política Cultural, Heloisa Pacheco Martins Karlberg.
Os participantes ficaram com boas impressões da iniciativa coordenada pelo MAB. A artista visual Cema Raizer agradeceu a oportunidade oferecida pela Fundação Cultural de Blumenau, pois entende que a atividade permitiu que Raquel Stolf compartilhasse suas experiências de escrita e escuta. “Foi muito útil termos esse conhecimento, principalmente pelo amor e entusiasmo com que ela aborda o tema”, resumiu.

Poéticas Visuais
A oficinante Raquel Stolf é doutorada em Poéticas Visuais pelo Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem Mestrado em Poéticas Visuais pelo Instituto de Artes da Universidade Ferderal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e licenciatura em Artes Plásticas pelo Centro de Artes (CEART) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). É professora na área de Multimeios nos cursos de graduação e mestrado em Artes Visuais do CEART-UDESC. Coordenou o projeto de Extensão Membrana no CEART-UDESC e 11 edições da publicação experimental Sofá, entre 2003 e  2011. Também integrou a Comissão do Conselho Consultivo - Exposições Temporárias do Museu Victor Meirelles entre 2003 e 2010. Possui em seu currículo participação em várias exposições individuais e coletivas.


Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello


 

terça-feira, 24 de junho de 2014

Fundação Cultural anuncia exposição de aquarelas
Artista Inge Lauterjung abre exposição no dia 2 de julho, quando celebra 90 anos de idadeShare on email

Foto: Divulgação / FCB
A Exposição {Aquarelas, Pincéis e Botões} celebra os 90 anos da artista plástica Inge Lauterjung. A mostra organizada pelo Museu de Arte de Blumenau, em parceria com a Associação Blumenauense de Artistas Plásticos (Bluap), será inaugurada no dia 2 de julho, às 16h, na Sala 30 da Fundação Cultural de Blumenau (Rua XV de Novembro, 161, Centro). Na ocasião, artistas, amigos e convidados participam das comemorações do aniversário da artista.
A exposição contará com desenhos, aquarelas e peças artísticas elaboradas com botões representativos de vários períodos da trajetória de Inge Lauterjung. Ela nasceu em Blumenau em 2 de julho de 1924 e, aos 66 anos, deu vazão aos dotes artísticos, iniciando estudos e pesquisas em técnicas de desenho. Ao criar as primeiras obras com dedicação, perseverança e determinação, conseguiu atingir bons resultados convencendo-se cada vez mais que era o que queria fazer.
Nesses quase 30 anos dedicados à arte, seu currículo artístico remete ao atelier de Elio Hahnemann, Érica Araújo, Paulo Cecconi, Simone Tanaca e Rosi Darius. Esteve na Itália em 1994, no atelier de Roberto Machini e em 1997 teve aulas de acrílica com Sérgio Poddighe.

Sonhos e cotidiano

A sensibilidade de Inge Lauterjung se expressa nas manchas de suas aquarelas, nas quais enaltece a natureza através de flores e paisagens. Através dessa técnica, a artista registra impressões guardadas na memória, criadas em seus sonhos ou observadas no seu cotidiano.
Em junho de 1994, aos 70 anos, passou a residir no Ancionato Lar Elsbeth Koehler. Por sua natureza ativa, no lar participou da organização e criação das decorações temáticas, visando sempre seu desenvolvimento. Não parou de criar cartões, desenhos e aquarelas que dão vida aos corredores da casa.
Com as doações de botões de diversos tamanhos e cores recebidas, imaginou formas de utilizá-los. Com precisão e sensibilidade, passou a criar obras em panos, paramentos litúrgicos e quadros. Através dessas colagens, costuras e interseções, a artista compartilha seus interesses e lembranças. “No recorte de sua memória, vem à tona lembranças comuns a cada um de nós: o anoitecer, a alvorada, dunas, outono, trovoadas, a capelinha, pássaros alçando vôo”, comenta Mia Ávila, gerente do MAB. “É assim, entre aquarelas, pincéis e botões que a artista Inge Lauterjung  em um gesto espontâneo registra suas memórias, seus sonhos, seu cotidiano, Através da arte, deixa o exemplo de como podemos nos conhecer melhor, compreender nossas emoções e principalmente nossas incessantes possibilidades.”

Serviço
Exposição Individual: {Aquarelas, Pincéis e Botões}, de Inge Lauterjung
Abertura: dia 2 de julho, às 16h
Local: Fundação Cultural de Blumenau - Sala 30
Visitação: de 3 a  20 de julho, de terça a domingo, das 10h às 16h
Entrada franca
Maiores informações: (47) 3381-6176

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello


postada em 23/06/2014 14:21 - 18 visualizações

quarta-feira, 11 de junho de 2014

MAB promove laboratório de escuta e escrita
Professora Raquel Stolf participa de atividade do 11º Salão Elke Hering nos dias 26 e 27 de junho    


Foto: Divulgação / FCB
                                                                O Museu de Arte de Blumenau (MAB) da Fundação Cultural, em continuidade à programação estabelecida para o 11º Salão Elke Hering - Mostra Nacional Contemporânea de Artes Visuais, promove nos dias 26 e 27 de junho a oficina Laboratório de Escuta e Escrita. A atividade será ministrada pela professora Raquel Stolf e tem como proposta agenciar uma reflexão sobre articulações da palavra na arte contemporânea. A iniciativa propõe também investigar e refletir sobre experiências subjetivas de escuta, desenvolvendo exercícios de escrita a partir dessas experiências. Como o número de vagas é limitado, o MAB receberá as pré-inscrições no período de 10 a 18 de junho, a confirmação da inscrição será feita a partir do dia 23 de junho. A ficha pode ser obtida no site da FCB - http://fcblu.com.br.

Raquel Stolf é doutorada em Poéticas Visuais pelo Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Possui mestrado em Poéticas Visuais pelo Instituto de Artes da UFRGS. Licenciatura em Artes Plásticas pelo Centro de Artes - Ceart da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). É professora na área de Multimeios, nos cursos de graduação e mestrado em Artes Visuais do Ceart-Udesc. Coordenou o projeto de Extensão Membrana no Ceart-Udesc e 11 edições da publicação experimental Sofá, entre 2003 e 2011. Integrou a Comissão do Conselho Consultivo - Exposições Temporárias do Museu Victor Meirelles entre 2003 e 2010. Possui em seu currículo participação em várias exposições individuais e coletivas.

Serviço:
Oficina Laboratório de escuta e escrita
Quando: dias 26 de junho, das 13h30 às 17h30, e dia 27 de junho das 8h às 12h e das 14h às 18h
Carga horária: 12 horas/aula -  com certificação
Público alvo: artistas
Local: Fundação Cultural de Blumenau - Sala 30
Pré-inscrição: de 10 a 18 de junho, com encaminhamento de ficha de pré-inscrição, devidamente preenchida para o e-mail: gerenciamab@fcblu.com.br
Maiores informações pelo telefone (47) 3381-6176
Ficha de inscrição: http://fcblu.com.br/secretarias/fundacao-cultural / (Programas e Projetos/Salão Elke Hering/Editais)

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello

terça-feira, 10 de junho de 2014

MAB abre para visitação noturna
Exposições podem ser visitadas em horário alternativo e com agendamento antecipado.













Foto: Mia Avila / Divulgação FCB
 
Com o objetivo de conhecimento e apreciação estética, 25 acadêmicos do primeiro ano do curso de Design da Universidade de Regional de Blumenau (Furb) visitaram a 11ª Edição do Salão Elke Hering - Mostra Nacional Contemporânea de Artes Visuais. Os alunos estiveram na Fundação Cultural de Blumenau na noite desta quinta-feira, dia 5 de junho, acompanhados pelos professores Rozenei Cabral e Tales Coirollo.
Para atendimento a esse grupo, o Museu de Arte de Blumenau (MAB) abriu suas salas no período das 19h às 21h. “Os acadêmicos tiveram a oportunidade de visitar as cinco salas de exposição, questionando, refletindo, identificando conceitos dos artistas e das diversas formas de expressão utilizadas nas propostas e obras que fazem parte da mostra”, comenta a gerente do MAB, Mia Avila.
A visitação ao Salão Elke Hering poderá ser feita até o dia 21 de julho. O acesso aos salões é gratuito, de terça-feira a domingo, no horário das 10h às 16h. Visitas mediadas e atendimento em horários diferenciados podem ser agendados pelo telefone 47 3381-6176.

Saiba mais
Visitas noturnas agendadas
10 de junho - EEB Pedro II: 40 alunos do curso de Magistério
16 de junho – EJA/Gaspar: 40 alunos
24 de junho – EJA/Gaspar: 40 alunos
3 de julho – Univali/Balneário Camboriú: 40 alunos dos cursos de Design  Industrial, Gráfico e de Moda

Salão Elke Hering: até o dia 21 de julho.
Visitas: de terça-feira a domingo, das 10h às 16h. Visitas mediadas e atendimentos em horários diferenciados podem ser agendados pelo telefone (47) 3381-6176


Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Vencedor do Salão Elke Hering visita FCB
Mostra Nacional Contemporânea de Artes Visuais contou com a presença do primeiro colocado no evento, Andrey Zignnatto


Foto: Mia Avila / Divulgação FCB
A tarde de terça-feira, 3 de junho, foi de encontro e conversa sobre arte e processos criativos. Andrey Zignnatto, artista visual que conquistou o 1º lugar na 11ª Edição do Salão Elke Hering, com muita simpatia e disposição, conversou sobre  sua trajetória, processo criativo e obras expostas no Salão Elke Hering. Marlene da Silveira, uma dos artistas blumenauense selecionados para essa edição, artistas locais e representantes do Conselho Consultivo do Museu de Arte de Blumenau (MAB) e da Associação Blumenauense de Artistas Plásticos (Bluap) prestigiaram o encontro.
Para a gerente do MAB, Mia Ávila, o encontro foi produtivo, prazeroso e de fruição da arte. “Possibilitou aos participantes conceber a arte não só como o fazer, mas como forma de pensar em e sobre a arte", disse. Durante o encontro, o presidente da Fundação Cultural de Blumenau, Sylvio Zimmermann Neto, fez a entrega oficial dos certificados de participação e premiação. Em momento de descontração, Sueli Freygang, artista plástica e vice-presidente da Bluap, presenteou Andrey com cucas e chocolates típicos da região.
Andrey conta que se inscreveu no Salão Elke Hering por observar o suporte que o evento oferece aos artistas, e a evidência aos participantes que proporciona no circuito nacional da arte contemporânea. “Afirmo com certeza que pela experiência que tive no processo de realização do evento, este pode servir de referência para muitos outros de mesma natureza, pelo respeito e zelo dos profissionais envolvidos com os trabalhos dos artistas”, avalia o artista. “Ter o trabalho reconhecido pelos jurados; profissionais consolidados no cenário das artes visuais; contemplado com o 1º lugar, acrescentará muito em minha carreira artística”, comemora.
O artista acrescenta que uma das experiências mais positivas para ele foi a visita à FCB esta semana e as boas lembranças que levará para casa. “Carregarei em minha memória a oportunidade de ter um contato direto com o público na terça-feira, 3 de maio, e observar como este público dialogou com cada trabalho exposto. Também será inesquecível a cordialidade e carinho que recebi do povo de Blumenau”, comenta.

Carreira
Andrey Zignnatto é natural de Jundiaí (SP), onde reside. Trabalha em São Paulo. Artista autodidata, participa de cursos e oficinas pela Associação dos Artistas Plásticos de Jundiaí. É presidente fundador da Associação Cultural Menorah. Idealizador do Circuito de Artes Visuais de Jundiaí; Futuro - Salão Nacional de Artes Visuais - Arte Contemporânea e Novas Tecnologias; e Movimenta - Festival Nacional de Dança Contemporânea.
Participou de várias exposições individuais e coletivas entre elas o 45º Salão Nacional de Arte Contemporânea de Piracicaba-SP; 4º Salão Nacional de Cerâmica - Curitiba/PR, 13º Salão Nacional de Artes de Itajaí (SC), 12º Salão Latino Americano _ Museu de Arte de Santa Maria (RS); 11ª Bienal do Recôncavo Baiano - São Felix (BA).
Teve suas obras expostas em mostras internacionais na Inglaterra, Canadá, Hungria, Itália, Espanha e Argentina. Prêmios recebidos: Honra ao Mérito Arte e Patrimônio - IPHAN/MINC; 18º Festival Cultura Inglesa - projeto Umbrella - Bristsh Culture Center (SP), 45º Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba - Prêmio Aquisitivo; 4º Salão Nacional de Cerâmica - 1º Lugar – Curitiba (PR), Prêmio Galeria Fernanda Milani - Teatro Polytheama – Jundiaí (SP); e Prêmio Estímulo - Fundo Municipal de Cultura de Jundiaí

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello

Artista premiado visita Museu de Arte de Blumenau
Andrey Zignnatto conquistou o 1º prêmio no 11° Salão Elke Hering - Mostra Nacional Contemporânea de Artes Visuai

e on print

Foto: Divulgação / FCB
Na próxima terça-feira, dia 3 de junho, o Museu de Arte de Blumenau (MAB) receberá a visita do artista Andrey Zignnatto. Ele é o autor da obra Estudo para a Reinvenção do Espaço, que conquistou o primeiro lugar no 11º Salão Elke Hering. Nessa oportunidade, o MAB promoverá uma roda de conversa com Andrey, aberta a artistas, professores, estudantes e público em geral.
Andrey Zignnatto é natural de Jundiaí (SP), onde reside. Artista autodidata, participou de cursos e oficinas pela Associação dos Artistas Plásticos de Jundiaí. É presidente fundador da Associação Cultural Menorah. Idealizador do Circuito de Artes Visuais de Jundiaí; Futuro - Salão Nacional de Artes Visuais - Arte Contemporânea e Novas Tecnologias; e Movimenta - Festival Nacional de Dança Contemporânea.
Andrey participou de exposições individuais e coletivas, entre elas o 45º Salão Nacional de Arte Contemporânea de Piracicaba (SP), 4º Salão Nacional de Cerâmica – Curitiba (PR), 13º Salão Nacional de Artes de Itajaí (SC), 12º Salão Latino Americano - Museu de Arte de Santa Maria (RS); e 11ª Bienal do Recôncavo Baiano - São Felix (BA). Teve obras expostas em mostras internacionais na Inglaterra, Canadá, Hungria, Itália, Espanha e Argentina.
O 11º Salão Elke Hering - Mostra Nacional Contemporânea de Artes Visuais permanece no Museu de Arte de Blumenau até 21 de julho. O público pode visitar as obras de terça-feira a domingo, das 10h às 16h. A entrada é franca.

Serviço
Encontro com artista Andrey Zignnatto
Data: terça-feira, 3 de junho
Horário: 15h
Local: Fundação Cultural de Blumenau - Museu de Arte de Blumenau - Sala Especial.
Entrada gratuita
Prêmios recebidos: Honra ao Mérito Arte e Patrimônio - IPHAN/MINC; 18º Festival Cultura Inglesa - projeto Umbrella - Bristsh Culture Center (SP), 45º Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba - Prêmio Aquisitivo; 4º Salão Nacional de Cerâmica - 1º Lugar – Curitiba (PR). Prêmio Galeria Fernanda Milani - Teatro Polytheama – Jundiaí (SP) e Prêmio Estímulo - Fundo Municipal de Cultura de Jundiaí


Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello