quarta-feira, 19 de julho de 2017

Fundação Cultural abre exposição no hall da prefeitura


A Fundação Cultural de Blumenau (FCBlu) abriu um novo espaço para os moradores que se frequentam a Prefeitura de Blumenau. Quem passar pelo hall de entrada poderá visualizar uma mostra com imagens históricas da cidade. A cada dois meses o local servirá de ponto de referência para novas exposições temáticas que contarão sobre acontecimentos ocorridos no cotidiano da cidade.


Nesta primeira versão, as 40 fotografias dispostas em 11 painéis retratam momentos do desenvolvimento urbano, comercial e arquitetônico da Rua XV de Novembro. O horário de visitação será das 8h às 12h e das 13h30 às 17h, de segunda à sexta-feira. A entrada é franca.

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Artista blumenauense ministra palestra na Fundação Cultural


O escritor e artista visual Tchello d’ Barros esteve na tarde desta quarta-feira, dia 12, na Fundação Cultural de Blumenau, para falar sobre Poesia Visual Contemporânea. Um dos artistas mais cultuados pelos blumenauenses atendeu ao público durante palestra ministrada no Cine Teatro Edith Gartener.
Tchello apresentou aspectos atuais da poesia visual, a partir da evolução na Pós-Modernidade. Comentou sobre a transição para as novas mídias, o hibridismo entre Literatura e Artes Visuais e a presença da poesia visual no universo digital, bem como a recente inserção nos livros didáticos. Quem prestigiou o evento pode curtir a projeção de imagens da exposição de Poemas Visuais "Convergências", o registro da curadoria internacional "Miragens" e o videoarte "Devorável".
O escritor e artista visual catarinense Tchello d'Barros iniciou a carreira em Blumenau com uma exposição na Furb, em 1993. Dedica-se desde então às linguagens de Literatura, Artes Visuais, Teatro e Audiovisual. Residiu em 14 cidades no Brasil, inclusive no Nordeste e na Amazônia. Após percorrer 20 países em constantes atividades culturais, está atualmente no Rio de Janeiro, onde se dedica às produções cinematográficas.

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello 

terça-feira, 11 de julho de 2017

Gabinete do prefeito ganha arte produzida por mulheres


O Museu de Arte de Blumenau (MAB) substituiu na manhã desta sexta-feira, dia 7, as obras que estavam expostas no gabinete do prefeito Napoleão Bernardes. A nova decoração do local tem a assinatura das artistas Eneida Schocolnic e Maria Eugenia Romasca. Também compõem o acervo, quadros da senhora Inge Lauterjung, que aos 94 anos reside em um ancionato em Blumenau. Outro talento presente é artista blumenauense Sueli Freygang, integrante do Grupo Barbotina. A exposição é temporária sem prazo para encerramento.

Os quadros pertencem ao acervo mantido pela Fundação Cultural de Blumenau. “As obras são de artistas de Santa Catarina e de São Paulo, que marcaram presença na Galeria Municipal de Arte de Blumenau, que está completando 40 anos, e no Museu de Arte de Blumenau”, destaca a gerente do MAB, Mia Ávila.

Assessoria de Comunicação: Sérgio Antonello

quinta-feira, 6 de julho de 2017

MAB abre nesta quinta-feira a 3ª Temporada de Exposições


Será aberta nesta quinta-feira, dia 6 às 19h, a 3ª Temporada de Exposições do Museu de Arte de Blumenau (MAB). A programação festiva organizada pela Fundação Cultural inclui conversa com os artistas, lançamento de dois livros e apresentações musicais. Na festa de abertura das exposições, Alexandre Venera e Ricardo Rigo demonstram suas habilidades com instrumentos sonoros alternativos. A entrada é gratuita.
A "Mostra Gambiarra Instrumental" chega a Blumenau para mostrar o que o festival idealizado pelo Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina apresentou em maio no CIC, de Florianópolis. Ricardo Rigo traz os instrumentos de seu projeto "Musicalizando com Sucata", enquanto Alexandre Venera executa circuitos eletrônicos sonoros interativos produzidos em sua "au - pesquisas eletroacústicas".
A ideia é estender o projeto a todos aqueles que desenvolvem instrumentos musicais feitos com materiais alternativos ou utilizam objetos não convencionais como forma de fazer música. É um encontro para apresentações, oficinas e troca de ideias sobre as possíveis gambiarras realizadas na música.

Saiba mais
Abertura da 3ª Temporada de Exposições no MAB
Data: Quinta-feira, dia 6
Horários:
19h: conversa com os artistas
20h: abertura da 3ª Temporada de Exposições do MAB, lançamento de livros, declamação de poesias e apresentações musicais
Visitação: até 27 de agosto. De terça-feira a domingo, das 10h às 16h
Visitas mediadas: agendamentos pelo telefone 3381-6176
Entrada franca

As atrações da noite
Exposições:
Clarice e eu (Rosina de Franceschi)
O mundo que cabe nas pupilas (Cássia Aresta)
Sim (Daniela Antonelli e Tatiana Dalla Bona)
40 anos da Galeria Municipal de Arte (obras do acervo)
Lançamento de livros:
"Conversas do Imaginário Popular", da escritora Vilma Mafra
"Meu singular é plural", da escritora Teca Mascarenhas
Instalação:
Ciclos do Grupo Barbotina
Música:
Mostra de Gambiarras Instrumentais: Alexandre Venera e Ricardo Rigo demonstram com seus instrumentos sons alternativos
Banda Municipal de Blumenau

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello 

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Daniela Antonelli e Tatiana Dalla Bona expõem no MAB


A proposta da exposição SIM é de concretizar um diálogo entre as artistas Daniela Antonelli e Tatiana Dalla Bona, e ainda possibilitar outras questões e caminhos que poderiam surgir quando os trabalhos se encontram num mesmo espaço. As obras da dupla estarão expostas na 3ª Temporada de Exposições do Museu de Arte de Blumenau (MAB), que começa nesta quinta-feira, dia 6, às 19h. A programação da noite organizada pela Fundação Cultural inclui conversa com os artistas, lançamento de livros e apresentações musicais. A entrada é gratuita.
Daniela Antonelli e Tatiana Dalla Bona trabalham com desenho e seus desdobramentos. Ambas usam o desenho como meio de materializar pensamentos. Traços precisos combinados a manchas, nanquim e transparências são elementos presentes no trabalho das duas artistas, que, a partir do desenho, desenvolvem suas linguagens no campo escultórico.
Tatiana apresenta composições heterogêneas em forma de colagens e apropria-se de elementos do desenho como o grid (trama) e a linha, deturpando-os e transformando-os em partes que somadas resultam em cada trabalho. Com a junção dos materiais, a artista cria composições que são o resultado de uma pesquisa empírica que tende a se dirigir para o tridimensional. Por outro lado, Daniela expõe desenhos em nanquim sobre papel vegetal. Parte de sua pesquisa sobre camadas, ponto, linha e cor se manifesta nessas composições. Nelas, a artista apresenta um desenho abstrato como se estivesse taquigrafando o pensamento diretamente para o papel.

Daniela Antonelli (Rio de Janeiro, 1981)
Desenvolve sua pesquisa no campo do desenho e da escultura. Participou de exposições coletivas como o Salão Novíssimos 2011 - Galeria de Arte Ibeu, Abre Alas 2011 - Galeria A Gentil Carioca e 1º Salão de Arte Londrina 2012, entre outras. Fez suas mais recentes exposições individuais em 2016, intituladas "Telúrica", na Galeria Cândido Portinari - UERJ, e "O um, o todo", na Galeria Mul.ti.plo, no Rio de Janeiro. Em 2013, participou da Residency Unlimited, nos EUA, e do programa de residências da Fundação West Dean, na Inglaterra. Daniela é formada em Design Gráfico pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2004/2007).

Tatiana Dalla Bona (Paris, França, 1981)
Franco-brasileira nascida em Paris, passou a infância e adolescência na França, Austrália e Estados Unidos. Após obter o Baccalauréat, no Lycée Français, de Nova Iorque, completou os cursos preparatórios de arte da Met de Penningen e Ateliers de Sèvres. Em 2002, chegou a São Paulo onde formou-se em Artes Plásticas pela FAAP. Em 2011, participou de uma exposição coletiva na Galeria Zipper, com curadoria de Mario Gioia.

Saiba mais
Abertura da 3ª Temporada de Exposições no MAB
Data: Quinta-feira, dia 6
Horários:
19h: conversa com os artistas
20h: abertura da 3ª Temporada de Exposições do MAB, lançamento de livros, declamação de poesias e apresentações musicais
Visitação: até 27 de agosto, de terça-feira a domingo, das 10h às 16h
Visitas mediadas: agendamentos pelo telefone 3381-6176
Entrada franca

Atrações da noite
Exposições:
Clarice e eu (Rosina de Franceschi)
O mundo que cabe nas pupilas (Cássia Aresta)
Sim (Daniela Antonelli e Tatiana Dalla Bona)
40 anos da Galeria Municipal de Arte (obras do acervo)
Lançamento de livros:
"Conversas do Imaginário Popular", da escritora Vilma Mafra
"Meu singular é plural", da escritora Teca Mascarenhas
Instalação:
Ciclos do Grupo Barbotina
Música:
Mostra de Gambiarras Instrumentais: Alexandre Venera e Ricardo Rigo demonstram com seus instrumentos sons alternativos
Banda Municipal de Blumenau

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello

Artista Cássia Aresta é uma das atrações da nova temporada de exposiçõe


O trabalho da artista Cássia Aresta é uma das atrações da 3ª Temporada de Exposições do Museu de Arte de Blumenau (MAB), que abre ao público em noite festiva nesta quinta-feira, dia 6, às 19h, na Fundação Cultural. A programação de abertura oferece ao público esta e outras exposições, a possibilidade de conversar com os artistas e apresentações musicais. Além dos lançamentos de livros, o público participa de um coquetel. A entrada é gratuita.
Na exposição, Cássia mostra que fotografias possibilitam desenhos feitos pela natureza, como os deixados pelos encontros da água do mar com a areia da praia. “Ao contrário das caminhadas que buscam o céu ou o horizonte, o espaço se torna um tipo de paisagem vista de cima para baixo, um mapa de linhas e curvas feito pelo movimento da maré ou um texto de luz e sombra produzido pela cor do dia, bem como pelas texturas e densidades percebidas pelo olhar da caminhante interessada neste tipo de leituras”, sustenta a curadora da exposição Rosangela Cherem.

Saiba mais
Abertura da 3ª Temporada de Exposições no MAB
Data: Quinta-feira, dia 6
Horários:
19h: conversa com os artistas
20h: abertura da 3ª Temporada de Exposições do MAB, lançamento de livros, declamação de poesias e apresentações musicais
Visitação: até 27 de agosto. De terça-feira a domingo, das 10h às 16h
Visitas mediadas: agendamentos pelo telefone 3381-6176
Entrada franca

As atrações da noite
Exposições:
Clarice e eu (Rosina de Franceschi)
O mundo que cabe nas pupilas (Cássia Aresta)
Sim (Daniela Antonelli e Tatiana Dalla Bona)
40 anos da Galeria Municipal de Arte (obras do acervo)
Lançamento de livros:
"Conversas do Imaginário Popular", da escritora Vilma Mafra
"Meu singular é plural", da escritora Teca Mascarenhas
Instalação:
Ciclos do Grupo Barbotina
Música:
Mostra de Gambiarras Instrumentais: Alexandre Venera e Ricardo Rigo demonstram com seus instrumentos sons alternativos
Banda Municipal de Blumenau

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello 

Teca Mascarenhas lança em Blumenau o livro Meu singular é plural

A escritora catarinense Teca Mascarenhas lança nesta quinta-feira, às 19h, no Museu de Arte de Blumenau (MAB) o livro "Meu singular é plural". Ela é uma das atrações da noite de abertura da 3ª Temporada de Exposições. Organizado pela Fundação Cultural de Blumenau, o coquetel de lançamento deesta mostra terá também uma conversa com os artistas e apresentações musicais. A entrada é gratuita.
Maria Tereza Fiuza Lima Mascarenhas Passos é catarinense de Rio do Sul. Graduada em Filosofia, com especialização e mestrado na área, seguiu carreira acadêmica como professora universitária e atualmente mora em Balneário Camboriú. Atualmente, dedica-se a escrever e a dirigir o Bureau d'Art que leva seu nome, onde atua como revisora de textos e marchand.
Teca é autora dos livros de poesias Tempo de migração (2014) e Meu singular é plural (2016). “Poesia e filosofia rimam, conversam e convergem nos poemas de Teca Mascarenhas. A experiência da leitura deste ‘Meu Singular é Plural’ é jogo vertiginoso, nunca ingênuo, mas sempre delicado, amoroso e espontâneo”, resume a contista, poeta e tradutora Luci Collin.

Saiba mais
Abertura da 3ª Temporada de Exposições no MAB
Data: Quinta-feira, dia 6
Horários:
19h: conversa com os artistas
20h: abertura da 3ª Temporada de Exposições do MAB, lançamento de livros, declamação de poesias e apresentações musicais
Visitação: até 27 de agosto. De terça-feira a domingo, das 10h às 16h
Visitas mediadas: agendamentos pelo telefone 3381-6176
Entrada franca

Atrações da noite
Exposições:
Clarice e eu (Rosina de Franceschi)
O mundo que cabe nas pupilas (Cássia Aresta)
Sim (Daniela Antonelli e Tatiana Dalla Bona)
40 anos da Galeria Municipal de Arte (obras do acervo)
Lançamento de livros:
"Conversas do Imaginário Popular", da escritora Vilma Mafra
"Meu singular é plural", da escritora Teca Mascarenhas
Instalação:
Ciclos do Grupo Barbotina
Música:
Mostra de Gambiarras Instrumentais: Alexandre Venera e Ricardo Rigo demonstram com seus instrumentos sons alternativos
Banda Municipal de Blumenau

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello 

terça-feira, 4 de julho de 2017

MAB traz artistas paranaenses para temporada de exposições


A exposição Traço, Linha e Mancha é uma das atrações da 3ª Temporada de Exposições do Museu de Arte de Blumenau (MAB), que começa quinta-feira, 6 de julho, às 19h, na Fundação Cultural. A coleção artística foi composta por 30 artistas paranaenses que, desafiados a utilizar apenas três cores de tinta (preto, branco e mais uma cor de escolha livre), geraram obras cujos resultados são apresentados ao público blumenauense. Na noite festiva de abertura da exposição, o público poderá conversar com os artistas e acompanhar apresentações musicais. Também estão previstos os lançamentos de dois livros e um coquetel. A entrada é gratuita.
Ao trabalhar as obras que compõem a exposição Traço, Linha e Mancha, alguns artistas do Centro de Arte Contemporânea Edilson Viriato (Cacev) partiram para a construção figurativa, mas a grande maioria optou pela abstração. Nesse processo criativo questionaram os limites entre a pintura e o desenho. "Seria uma pintura desenhada ou um desenho pintado?", questiona a gerente do MAB, Mia Ávila. "Alguns artistas incluíram referências de relações entre indivíduos, degradações, tradições, angústias, escritas, sonhos, fantasias, memórias, figuras nítidas ou semi-apagadas, símbolos e signos, mistérios, caminhos e problemas... Há uma confrontação entre a harmonia e o requinte".

Saiba mais
Abertura da 3ª Temporada de Exposições no MAB
Data: 6 de julho, quinta-feira
Horários:
19h: conversa com os artistas
20h: abertura da 3ª Temporada de Exposições do MAB, lançamento de livros, declamação de poesias e apresentações musicais
Visitação: até 27 de agosto. De terça-feira a domingo, das 10h às 16h
Visitas mediadas: agendamentos pelo telefone 3381-6176
Entrada franca

Outras atrações da noite
Exposições:
Clarice e eu (Rosina de Franceschi)
O mundo que cabe nas pupilas (Cássia Aresta)
Sim (Daniela Antonelli e Tatiana Dalla Bona)
40 anos da Galeria Municipal de Arte (obras do acervo)

Lançamento de livros:
"Conversas do Imaginário Popular", da escritora Vilma Mafra
"Meu singular é plural", da escritora Teca Mascarenhas
Instalação:
Ciclos do Grupo Barbotina
Música:
Mostra de Gambiarras Instrumentais: Alexandre Venera e Ricardo Rigo demonstram com seus instrumentos sons alternativos
Banda Municipal de Blumenau

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello

Exposição celebra 40 anos da Galeria Municipal de Arte


A exposição comemorativa aos 40 anos da criação da Galeria Municipal de Arte de Blumenau será aberta ao público em clima festivo nesta quinta-feira, dia 6, às 19h. A iniciativa faz parte da programação da 3ª Temporada de Exposições do Museu de Arte de Blumenau (MAB). Um recorte no tempo traz para exposição um grupo de obras que participaram de eventos acolhidos pela galeria. Na noite de abertura, o público poderá conversar com artistas e acompanhar apresentações musicais. Também estão previstos os lançamentos de dois livros e um coquetel. A entrada é gratuita.
Ao longo dos 40 anos, foram centenas os artistas que passaram pela galeria. A gerente do MAB, Mia Ávila, comenta que as celebrações seguirão com outros agendamentos de exposições e ações que contarão essa história, prestando homenagem aos seus autores.

A Galeria Municipal de Arte de Blumenau foi criada pelo Decreto nº 1.060 em 30 de junho de 1977. Era mantida pela Fundação Casa Dr. Blumenau. Funcionou até fevereiro de 1979 na Rua República Argentina, 18. Em março daquele ano, foi transferida para uma residência localizada na Rua Ângelo Dias, 139, onde foi possível destinar o andar superior do prédio para a galeria e o andar térreo para a Escolinha de Artes de Blumenau. No início da década de 1980, passa a funcionar na Rua XV de Novembro, 161, onde hoje está instalada a Fundação Cultural de Blumenau. Em 16 de março de 2006, a FCBlu confere a uma das salas da Galeria Municipal de Arte o nome do artista plástico Alberto Luz. “Ao longo de seus 40 anos a proposta da Galeria tem se fundamentado principalmente no acolhimento de exposições e valores artísticos da mais alta relevância, tendo passado por ela centenas de artistas”, assegura Mia Ávila.

Saiba mais
Abertura da 3ª Temporada de Exposições no MAB
Data: 6 de julho, quinta-feira
Horários:
19h: conversa com os artistas
20h: abertura da 3ª Temporada de Exposições do MAB, lançamento de livros, declamação de poesias e apresentações musicais
Visitação: até 27 de agosto. De terça-feira a domingo, das 10h às 16h
Visitas mediadas: agendamentos pelo telefone 3381-6176
Entrada franca

Exposições:
Clarice e eu (Rosina de Franceschi)
O mundo que cabe nas pupilas (Cássia Aresta)
Sim (Daniela Antonelli e Tatiana Dalla Bona)
40 anos da Galeria Municipal de Arte (obras do acervo)
Lançamento de livros:
"Conversas do Imaginário Popular", da escritora Vilma Mafra
"Meu singular é plural", da escritora Teca Mascarenhas
Instalação:
Ciclos do Grupo Barbotina
Música:
Mostra de Gambiarras Instrumentais: Alexandre Venera e Ricardo Rigo demonstram com seus instrumentos sons alternativos
Banda Municipal de Blumenau

Assessor de Comunicação: Sérgio Antonello